segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Orgulho da nação Rubro-negra


Jamais imaginei que um time de futebol um dia fosse me proporcionar tanto orgulho, eu que sempre me coloquei como uma anti-flamenguista e que tinha prazer em assistir aos jogos do Flamengo só para vê-lo perder, mas ele me decepcionava constantemente.
Nunca aprendi a cantar o hino de nenhum clube baiano, mas o do Flamengo eu aprendi desde muito cedo, por culpa de minha mãe uma flamenguitsta fanática. A realidade é que lá no fundo eu sempre fui flamenguista, só nunca admiti por adorar ser do contra sempre, mas bastou saber um pouco de sua história e ir ao Maracanã e sentir uma emoção ímpar que só um torcedor rubro-negro pode saber o que é e como é, para eu simplesmente me render totalmente ao amor reprimido.
Ontem foi um dia em que sofri muito, nunca imaginei que ver um fluminense torcendo contra o Flamengo fosse me causar tanta raiva, sem contar a vibração deles ao ver o Grêmio fazer um gol, pra mim foi espantoso o sentimento que senti.
Mas o melhor de tudo foi ver o Flamengo dar a volta por cima, volta mais que esperada, afinal ninguém esperava que o Grêmio fosse dar o título aos rivais.
Hoje foi uma segunda-feira mais que especial onde as pessoas mesmo cansadas depois da comemoração de ontem, foram trabalhar contentes pela conquista merecidíssima de um clube que apesar de tantos problemas, e que chegou a ser chamado de "cavalo-paraguaio" no quadro do fantástisco, mostrou seu potencial com jogadores que estavam desacreditados e sem falar do técnico que de início era apenas um tapa-buraco e que provou a todo o Brasil sua genialidade como jogador e como treinador.
Enfim, hoje sim é um dia especial pra todos nós que fazemos parte dessa torcida Maravilhosa, dia de soltar o grito que estava preso na garganta: Eh Campeãoooooo!!!

Um comentário:

  1. muito bom...até que fim se rendeu ao mengo!!!!aleluia!!!

    ResponderExcluir

Constatação!

Deve ser o silêncio da noite que nos permite ouvir melhor nossos sentimentos, e, as vezes, ele grita.