quinta-feira, 8 de julho de 2010

Apenas passível...

Não me importo se seu tênis é de marca ou se foi comprado na Uruguaiana,
se fala inglês fluentemente ou mal consegue pronunciar o português corretamente,
se é bem humorado ou um chato de galocha,
se prefere Caetano invés da Gal Costa,
se torce para o Vasco ou para o Benfica.
Sinceramente isso não me interessa!!
Me interessa quem você é, sua essência, o que te faz feliz, o que te entristece;
Me interessa essa voz melodiosa a cantarolar uma canção favorita ou o brilho dos teus olhos ao deparar-se com situações que te fazem lembrar da infância.
Quero o teu lado mais repugnante e deleitar-me com o que tem de melhor.
Quero você em suas inúmeras facetas, apenas isso me basta...

Um comentário:

  1. O querer tem que ser por completo. Nada de meios termos...

    Bjs =)

    ResponderExcluir

Constatação!

Deve ser o silêncio da noite que nos permite ouvir melhor nossos sentimentos, e, as vezes, ele grita.